Artrodese de Coluna

Artrodese de Coluna

Artrodese de Coluna

Artrodese é a cirurgia de fixação da coluna. Ela costuma ser indicada quando se considera que existe uma instabilidade entre as vértebras.

A artrodese vem sendo usada para o tratamento de doenças da coluna desde 1911, sendo que sua utilização cresceu muito nesse século de história. Ela é considerada o tratamento padrão para uma grande variedade de patologias da coluna, enquanto a  artroplastia (prótese de disco) e a estabilização dinâmica, cirurgias que preservam o movimento, ainda são procedimentos relativamente novos, vistos como técnicas alternativas.

É claro que as técnicas de artrodese de hoje em dia guardam pouquíssima semelhança com as primeiras cirurgias. Atualmente, a fixação da coluna é feita com hastes e parafusos especiais, geralmente feitos de titânio, que é um material altamente compatível com o corpo e não provoca rejeição. Além disso, a maioria das cirurgias é realizada por técnicas minimamente invasivas, que causam pouca agressão cirúrgica ao paciente.

Artrodese de Coluna: Indicações

A artrodese de coluna é o tratamento padrão para um grande número de patologias.
Todas as patologias listadas abaixo são possíveis indicações para artrodese:

  • DEGENERAÇÃO DA COLUNA
  • DISCOPATIAS DOLOROSAS
  • HÉRNIA DE DISCO CERVICAL
  • ESTENOSE ESPINHAL – CANAL ESTREITO
  • ESPONDILOLISTESE E ESPONDILÓLISE
  • ESCOLIOSE
  • CIFOSE
  • TRAUMATISMOS E FRATURAS
  • DISCITE E OSTEOMIELITE
  • TUMORE

Artrodese de Coluna: Técnica Convencial

Através de um corte nas costas, os músculos são afastados e a parte de trás da coluna fica
exposta. A fixação das vértebras é feita com a colocação de implantes, como parafusos, hastes e
espaçadores. Além da fixação, pode ser necessário realizar também uma liberação de nervos ou
alguma retirada de osso, dependendo de que doença está sendo tratada.

Algumas vezes a artrodese é realizada na parte da frente da coluna, através de aberturas do tórax
ou do abdome, mas essas situações são bem pouco frequentes e acontecem, geralmente, em
situações de patologias mais graves.

Atualmente a maioria das artrodeses é realizada por técnica minimamente invasiva, sendo que
as cirurgias convencionais, com cortes maiores e afastamento da musculatura, são realizadas
apenas em casos onde é preciso fixar muitas vértebra

Artrodese Lombar Minimamente Invasiva

Artrodese Lombar Minimamente Invasiva - Dr Ernani Abreu.jpg

Nesta cirurgia são utilizados parafusos, hastes e espaçadores com objetivo de fixar as vértebras, como nas cirurgias convencionais. A grande diferença, porém, é que estes implantes são colocados através de sistemas especiais de acesso cirúrgico minimamente invasivo, que dispensam os cortes grandes e o descolamento muscular realizados nas costas, trocando-os por cortes pequenos, com 2 a 5 centímetros.Mais importante que o aspecto estético dos cortes é o fato da musculatura também ser menos lesionada, pois esses sistemas de acesso permitem que se chegue à coluna por caminhos naturais, existentes entre os músculos, não sendo necessário que se corte ou 

descole nenhum músculo além do estritamente necessário. Isso resulta em menos sangramento, menos dor pós-operatória, estadia hospitalar reduzida, retorno mais rápido às atividades e maior preservação do funcionamento da musculatura. Tudo isso sem perder a confiabilidade de resultados da artrodese convencional.

Artrodese Lombar Minimamente Invasiva 2 - Dr Ernani Abreu.jpg

O Dr. Ernani Abreu, do Centro de Cirurgia da Coluna, vem realizando artrodeses por técnicas minimamente invasivas diversas desde 2001 e, atualmente, a artrodese convencional é reservada apenas para algumas exceções e alguns casos de maior complexidade. Com o desenvolvimento de novos materiais, em breve todos os casos de artrodese, até os mais complexos, poderão ser realizados de forma minimamente invasiva.

 
atrodese de coluna cervical.jpg

Artrodese de Coluna: Cervical

A cirurgia artrodese cervical é utilizada no tratamento de diversas patologias, como as hérnias de disco cervicais, a mielopatia cervical, as fraturas e, até mesmo, alguns tipos de tumores.

A artrodese cervical anterior é a técnica mais comum, realizada com uma incisão na frente do
pescoço, dando acesso direto á coluna cervical. Com a coluna exposta, é feito o tratamento da patologia, como a retirada de um tumor ou de uma hérnia de disco, por exemplo, seguida da fixação da coluna com placas e parafusos cervicais. Em alguns casos menos frequentes, está indicada a artrodese cervical posterior, feita pela parte de trás do pescoço.

Nos casos de hérnia de disco cervical, a artrodese cervical anterior ainda é o tratamento mais
clássico, mas a artroplastia cervical vem ganhando espaço como uma alternativa para manter a movimentação da coluna.

 

HÉRNIA CERVICAL - SAIBA MAIS

TÉCNICA ALTERNATIVA- ARTROPLASTIA CERVICAL