Como funciona a cicatrização?

É muito importante você conhecer bem o processo de cicatrização e ser capaz de selecionar as melhores dicas sobre como obter o melhor resultado possível na sua cicatriz, até porque, toda cirurgia deixa alguma cicatriz, umas mais discretas e outras mais incômodas.


Centro de Cirurgia da Coluna Dr. Ernani Abreu - Porto Alegre - Dr. Ernani Abreu - Ernani Abreu - Centro de Cirurgia da Coluna - Centro Clínico Mãe de Deus - Menino Deus - Porto Alegre Rio Grande do Sul - Cirurgia da coluna porto alegre - Cirurgia coluna POA - Cirurgia poa da coluna - Blog sobre a coluna vertebral - Como funciona a cicatrização? - Cicatriz pós-operatório - Cicatriz blog - Hospital Ernesto Dornelles - Técnica Minimamente Invasiva - Cirurgia Minimamente Invasiva - Minimamente Invasiva.png

O que é a cicatrização?

A cicatrização é um processo fundamental para manter a integridade do corpo humano. Toda vez que ocorre um corte na pele, uma escoriação, ou uma área foi queimada, uma série de processos orgânicos se instalam no local para tentar recuperar o tecido que foi lesado.

Este processo exige que o nosso corpo ative e produza um grande número de componentes moleculares e celulares, que irão agir para reparar os tecidos. Apesar de ser um processo interno, é preciso seguir alguns cuidados externos, como manter a higiene do local e o uso de curativos adequados.

Quais os tipos de cicatriz?

  • Queloide: Essas cicatrizes são o resultado de um processo de cura excessivamente agressivo. Elas se estendem para além da lesão original. Com o tempo, uma cicatriz queloide pode dificultar o movimento.

  • Contratura: Se a sua pele foi queimada, você pode ter uma cicatriz contratura. Essas cicatrizes apertam a pele, o que pode prejudicar a sua capacidade de se mover. As contraturas podem também ir mais fundo, afetando músculos e nervos.

  • Hipertróficas: Estas são levantadas, vermelhas e semelhantes à queloide, mas não vão além dos limites da lesão.

  • Cicatrizes: Se você já teve acne grave, você provavelmente tem as cicatrizes para provar isso. Existem muitos tipos de acne cicatrizes, que vão de profundas para cicatrizes que são angulares ou em forma de onda na aparência.

Como funciona o processo de cicatrização?

No processo o nosso organismo faz a reparação dos tecidos. Para isso, ele cria fibras de colágeno, entre outros eventos, que ocorrem de forma complementar.

Durante este processo, a pele passa por um período avermelhada e sensível, até chegar a uma marca esbranquiçada e residual.

Mas, como em qualquer processo, para que os eventos de reparação, celulares e bioquímicos, aconteçam eles passam por algumas fases importantes. As três principais são:

  • Inflamatória

  • Proliferativa

  • Remodeladora

Fases de cicatrização

  • Fase Inflamatória: Tem início imediato após a lesão com a liberação de substâncias responsáveis pela limpeza da ferida. A cascata de coagulação é estimulada para promover a hemostasia. Os neutrófilos são as primeiras células a chegar à ferida e tal processo se dá dentro de 24 horas. Eles proporcionam a liberação de radicais livres que terão atividade anti-bacteriana.

    Dentro de 48-96 horas, os macrófagos migram para a ferida e irão liberar citocinas e fatores de crescimento que darão inicio a próxima fase. O paciente pode sentir dor e calor, pele avermelhada, inchada e sensível, além de produzir secreção, sinais normais da inflamação.

  • Fase Proliferativa: Caracteriza-se pela formação de tecido, com a reconstituição de vasos sanguíneos e linfáticos, a produção de colágeno e uma intensa migração de células ao local da ferida.

    Nesta etapa a região lesionada começa a ter a aparência de cicatriz, graças ao acúmulo de massa fibrosa. No total, dura de 12 a 14 dias.

  • Fase de Maturação: O colágeno passa a ser depositado de forma organizada. O colágeno da fase proliferativa é mais fino e, nessa fase, tal substância passa a ser mais resistente, aumentando a força tênsil da ferida, dando lugar ao tecido cicatricial. Essa força alcançará 80% de seu potencial original em 3 meses, mas jamais retornará a 100%. A cicatriz altera progressivamente sua tonalidade, passando do vermelho escuro a um tom rosa claro.

Fatores que aceleram a cicatrização

Um ponto importante a ser observado é que o processo de cicatrização é interno, apenas uma reação natural do nosso organismo, ou seja, atitudes externas, como uso de pomadas, não tem a capacidade de tornar a sua cicatriz imperceptível, em alguns casos, somente ajudar na formação de colágeno.

Dito isto, o processo cicatricial, das três fases citadas acima, pode ser acelerado se algumas medidas forem tomadas. Manter o organismo hidratado, bebendo, no mínimo, 2 litros de água por dia, é fator fundamental para uma boa cicatrização. Uma dieta equilibrada, com proteínas, carboidratos e gorduras, também ajuda a acelerar a regeneração da pele.

Fatores que interferem na cicatrização

Alguns fatores podem prejudicar no processo da cicatrização, tais como:

  • Questões genéticas, negros e asiáticos, por exemplo, tem uma tendência maior de enfrentar má formação nas suas cicatrizes, lembrando que isto não quer dizer que todos desta descendência terão.

  • Outro ponto importante é o tipo de corte, a melhor posição é sempre aquela que respeita o ângulo de tensão do plano natural da pele.

  • Faixa etária.

  • Estado nutricional

  • Dimensão e profundidade da lesão.

  • Presença de hematomas, equimoses ou edemas.

Obs: Se você é fumante, a atenção é redobrada. Isto porque os componentes do cigarro, principalmente, a nicotina e o monóxido de carbono (CO) são extremamente prejudiciais. Ele afeta a oxigenação e nutrição da pele, além de comprometer a produção de colágeno. Bem como a exposição ao sol, podendo comprometer bastante a cicatrização na sua pele, isto porque pode escurecer e até surgir manchas roxas com efeitos irreversíveis.

Procedimento Minimamente Invasivo

Procedimentos minimamente invasivos são os que provocam uma agressão reduzida aos tecidos do corpo, focalizando-se na doença e preservando as outras estruturas. Para isso, eles costumam incorporar recursos tecnológicos como microscopia, vídeo e sistemas cirúrgicos percutâneos.

O objetivo da cirurgia minimamente invasiva é conseguir bons resultados sem as desvantagens de uma cirurgia convencional, reduzindo os riscos, a dor pós- operatória, o período de hospitalização e o tempo para retorno às atividades normais. Em outras palavras, o tratamento não deve ser fonte de sofrimento, trazendo o menor desconforto possível ao paciente, nem deve originar novas lesões, mantendo a integridade das estruturas ao redor da doença.

O Centro de Cirurgia da Coluna tem a sua filosofia centrada na utilização e desenvolvimento de técnicas minimamente invasivas, através de uma constante atualização com o que acontece nos centros mais desenvolvidos.


Centro de Cirurgia da Coluna Dr. Ernani Abreu - Porto Alegre - Dr. Ernani Abreu - Ernani Abreu - Centro de Cirurgia da Coluna - Centro Clínico Mãe de Deus - Menino Deus - Porto Alegre Rio Grande do Sul - Cirurgia da coluna porto alegre - Cirurgia coluna POA - Cirurgia poa da coluna - Blog sobre a coluna vertebral - Como funciona a cicatrização? - Cicatriz pós-operatório - Cicatriz blog - Hospital Ernesto Dornelles - Técnica Minimamente Invasiva - Cirurgia Minimamente Invasiva - Minimamente Invasiva).png

AGENDE SUA CONSULTA

Dr. Ernani Abreu - Ortopedista e Traumatologista
Centro da Cirurgia de Coluna - Porto Alegre

LIGUE AGORA

(51) 3230-2728

(51) 995012728

EMAIL
ATENDIMENTO@CIRURGIADACOLUNA.COM.BR

ENDEREÇO

CENTRO CLÍNICO MÃE DE DEUS
RUA COSTA, 30 - SALA 603, BAIRRO MENINO DEUS
PORTO ALEGRE / RS

ATENDEMOS CONVÊNIOS E PARTICULAR

PLANOS ATENDIDOS: UNIMED, BRADESCO, SUL AMÉRICA, IPÊ (ATENDIMENTO HOSPITAL ERNESTO DORNELLES) , SAÚDE PAS, CABERGS, SAÚDE CAIXA , ASSEFAZ , BACEN , AFISVEC, AGEMED , AJURIS.


Segmento Pesquisas