Escoliose - O que é, sintomas e tratamentos

Escoliose Dr Ernani Abreu.png

O que é a Escoliose?

Segundo o Dr. Ernani Abreu, médico especialista em coluna, "a escoliose é uma deformidade caracterizada pela existência de uma curvatura lateral da coluna, fazendo com que o corpo fique assimétrico".

Embora possa ter várias causas, as mais comuns são a escoliose idiopática, sem causa definida e que se manifesta na puberdade ou adolescência, e a escoliose degenerativa, causada por desgaste patológico da coluna, aparecendo na idade adulta ou terceira idade.

"O tratamento depende de cada caso: quando o desvio é pequeno, costuma-se indicar exercícios posturais, mas nos desvios maiores pode ser necessário o uso de coletes ou mesmo uma cirurgia corretiva", afirma o Dr. Ernani Abreu. 

A escoliose degenerativa é a forma mais grave de doença degenerativa da coluna. Ela resulta da soma de discopatias, artrose facetária, espondilolistese, canal estreito e instabilidade, sendo que seu tratamento geralmente implica em cirurgias de grande porte.

DÚVIDAS MAIS COMUNS SOBRE ESCOLIOSE

Qual é a causa da escoliose?

Existem vários tipos de escoliose. A mais comum é a escoliose idiopática, que não tem causa bem definida e costuma afetar adolescentes e pré adolescentes, mas existe a escoliose infantil, que afeta crianças nos primeiros anos de idade e pode ser bastante severa, a escoliose congênita, relacionada a existência de vértebras mal formadas, que pode estar presente desde o nascimento mas piora com o passar do tempo, a escoliose degenerativa, causada por desgastes muito severos que levam à desestruturação da coluna, a escoliose secundária, como consequência de infecções ou traumatismos da coluna, e assim por diante.

Quais os sintomas da escoliose?

A escoliose idiopática, que é a mais comum, não costuma provocar dores ou outros sintomas. A única coisa são as assimetrias que aparecem no corpo, como a diferença na altura dos ombros, a cintura mais marcada de um lado que do outro, ou mesmo corpo da pessoa parecer desequilibrado para um dos lados. Às vezes essas alterações são notadas por algum familiar ou em exames na escola.

Qual o tratamento da escoliose?

O tratamento depende de cada caso, nos casos em que o desvio é menor, costuma-se indicar exercícios posturais.

Nos desvios maiores pode ser necessário o uso de coletes, ou até mesmo cirurgia. Alguns tipos específicos de escoliose, como a escoliose congênita, geralmente são cirúrgicos.

Quer saber mais sobre os tratamentos da escoliose? CLIQUE AQUI

Deseja agendar uma consulta com o Dr. Ernani Abreu, médico especialista em coluna?  Clique no botão abaixo, ou ligue para o Centro de Cirurgia da Coluna. 

(51) 3230-2728

(51) 995012728