Cirurgia da Coluna

Centro de Cirurgia da Coluna
Centro Clínico Mãe de Deus - Rua Costa, 30 - Sala 603
Fone/Fax: (51) 3230.2728 - Porto Alegre/RS
Blog

  • Hoje abordaremos um tema pouco conhecido: a SÍNDROME DA FALHA DE CIRURGIA DE COLUNA ou SÍNDROME PÓS LAMINECTOMIA;
  • Algumas vezes, após a operação na coluna o paciente permanece com o quadro de dor anterior ao da operação, ou até mesmo passa a sentir dores mais fortes que as anteriores à cirurgia;

Conheça as medicações mais usadas e as técnicas mais comuns para o tratamento clínico dos problemas da coluna.

Vídeo com uma uma visão passo-a-passo de um processo de injeção de esteróides epidural para reduzir a dor.

A má postura durante a realização de tarefas no dia a dia, ao dirigir, na realização de atividades físicas, permanecer sentado durante extensos períodos na mesma posição, a obesidade e o sedentarismo são fatores que acarretam, ...

Neuroestimulação (também chamada de estimulação medular epidural) é uma terapia comprovada que tem sido recomendada para melhorar a qualidade de vida de pacientes com dor crônica.
A Neuroestimulação pode trazer como benefícios:

As tecnologias de ponta e o centro de cirurgia da coluna

A partir da década de 80, a medicina se tornou intimamente ligada com a tecnologia, havendo grande investimento em pesquisa e a introdução de tecnologias que conhecíamos apenas da ficção científica, como os LASERs e as microcâmeras.

A Discectomia Endoscópica Seletiva ou SED (Selective Endoscopic Discectomy™) é uma técnica cirúrgica minimamente invasiva que utiliza um endoscópio para tratar discos herniados ou degenerados que estejam causando dor lombar ou ciática. O endoscópio permite que o cirurgião acesse a patologia fazendo uma incisão muito pequena (cerca de 0,5 cm), onde os músculos e outros tecidos são dilatados ao invés de cortados. Isso permite evitar a anestesia geral e leva a menos dor pós operatória, tempo de recuperação mais curto e reabilitação mais ...

A microdiscectomia 

A década de 70, o uso do microscópio cirúrgico marcou um grande salto na neurocirurgia, mudando completamente os resultados do tratamento de patologias como tumores e doenças vasculares cerebrais. Adotando essa filosofia, Williams, em 1973, descreveu microcirurgia da hérnia discal lombar. Tratava-se do mesmo tratamento proposto por Mixter e Barr, porém com uma localização precisa do local da hérnia, um corte de poucos centímetros, pouquíssima retirada de osso, visualização perfeita das raízes nervosas...

A discectomia percutânea

Mesmo não existindo oficialmente o conceito de Cirurgia Minimamente Invasiva, era lógico tentar reduzir a agressividade no tratamento de uma doença tão comum como a hérnia de disco.
A lógica seria evoluir com uma redução no tamanho da abordagem cirúrgica, até que se pudesse chegar a uma cirurgia através de agulhas  ...

Da descoberta das hérnias até o início da cirurgia minimamente invasiva 

As dores ciáticas são conhecidas da humanidade há muito tempo, o termo ‘ciática’ foi usado por Hipócrates, mais de 400 anos antes de Cristo. Entretanto, embora as características e o comportamento desse tipo de dor fossem bem descritos, o sintoma era atribuído a problemas no quadril (ciático deriva do grego ischios - quadril). Em 1764, Domenico Cotugno publicou o trabalho ‘De Ischiade Nervosa Commentarius’, diferenciando a ‘ciática artrítica’, relacionada com problemas de quadril, da ‘ciática nervosa’, por irritação do nervo ciático.

Embora várias novas técnicas, como a artroplastia e a estabilização dinâmica, tenham se desenvolvido, elas continuam tendo indicações limitadas e podem ser utilizadas apenas nos casos mais brandos, de modo que a artrodese continua sendo o tratamento padrão para a maioria das patologias.
Tradicionalmente, as abordagens cirúrgicas da coluna necessitam de um tempo prolongado de recuperação. Por exemplo, antes de se utilizar o microscópio cirúrgico ou a videoendoscopia...

 Postagens antigas